Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Figuras históricas que marcam o Convento dos Capuchos

 

 

 

Frei Agostinho de Cruz 1540 – 1619 nascido de estiro fidalgo em terras do rio vez. Tal como seu irmão o poeta Diogo Bernardo tomou o hábito franciscano no Convento de S. cruz precisamente no ano da fundação deste. Foi depois para a Arrábida onde levou uma vida de verdadeiro asceze espiritual, que duma forma bela, sob transportar para a sua poesia.
 
 
Franciscanos, ordem de S. Francisco, chamam-se assim os frades menores que seguem a regra de S. Francisco de Assis, homem que querendo imitar toda a vida e a doutrina de Cristo, fundou a ordem combatendo os clérigos de então. Conseguiu provar a regra em 1210 por Inocêncio II e confirmá-la em 1223, onde conde citava Onório III. Apesar da oposição do clero instituído arranjaram grande simpatia junto ao povo e a nobreza. Estudiosos e contemplativos foram extremamente importantes na expansão não só pela decisão dos valores cristãos mas também por uma literatura geográfica que nos apresenta uma nova visão do mundo.
 
 
William H. Burnett, famoso gravador inglês do século XIX, esteve em Sintra de 1830 a 1837, tendo efectuado um brilhante conjunto de gravuras que viriam a caracterizar, de uma forma bastante aproximada com a realidade, os espaços e a vivência da região naquela época.
 
 
João Álvaro de Castro, 1525 – 1576, Capitão-mor do mar da Índia no tempo de D. João III e mais tarde conselheiro de estado, era filho do vice-rei D. João de Castro. Foi armado cavaleiro em frente do Monte Sinai em 1541 por D. Estêvão da Gama, filho de Vasco da Gama. Embaixador em Roma de 1562 a 1564, tendo nessa altura o papa Pio IV um breve para o altar Santa Cruz que havia fundado em 1570.
 
 
D. Sebastião, 1554 – 1578 Rei de Portugal, tem o cognome de O Desejado pelo facto de o seu nascimento ter resolvido uma crise de sucessão ao trono. Bastante religioso, procurava refúgio no Convento dos Capuchos em Sintra para meditar. Sua morte, trágica para Portugal, na batalha de Alcácer Quibir deixou uma aura de miséria sobre o seu possível regresso numa manha de nevoeiro.  

publicado por cadacriarsintra às 15:43
link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Parque Natural Sintra-Cas...

Fauna e Flora

Clima em Sintra

Cidade gémea de Sintra

Sintra pode ser o concelh...

Desporto em Sintra

Lendas de Sintra

Restaurantes, Bares / Dis...

Eventos anuais e Feiras e...

Piriquita

arquivos

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

motos
motos

subscrever feeds